Gerdau aproveita retomada do setor siderúrgico

Gerdau FabrikTec

A siderúrgica brasileira produziu 17 por cento mais aço no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período em 2020.

A Gerdau SA, uma siderúrgica brasileira com usinas de forno elétrico a arco alimentado por sucata (EAF) em vários países das Américas, despachou 25% mais aço no primeiro semestre deste ano em comparação com o primeiro semestre de 2020. Produção da empresa de aço bruto cresceu 17%.

A Gerdau cita “o cenário de forte demanda por aço  em todos os países onde atua, aliado à capacidade das equipes em aproveitar as oportunidades que surgem no mercado” para o aumento da produção e da lucratividade neste ano.

No segundo trimestre deste ano, a Gerdau diz que seu lucro ajustado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) e sua margem EBITDA ajustada “estabeleceram recordes históricos para um único trimestre”.

A produção de aço bruto apresentou “uma recuperação robusta em relação ao segundo trimestre de 2020”, acrescenta a empresa, “já que aquele trimestre foi afetado por paradas de produção nas usinas da empresa em 2020 devido ao COVID-19 e os impactos associados nos negócios. ”

Em todas as suas operações EAF em várias nações, incluindo Brasil, Colômbia, México e Estados Unidos, a Gerdau afirma ter atingido uma taxa de utilização da capacidade de produção de cerca de 80 por cento, “o que representa o nível mais alto desde 2018 e sinaliza uma demanda saudável em [nossos] principais operações.”

As vendas líquidas no segundo trimestre de 2021 foram maiores do que no trimestre anterior e em comparação com o trimestre do ano anterior.

Reconhecendo os preços gerais da sucata ferrosa mais altos, a empresa acrescenta: “O aumento acelerado nos custos das matérias-primas nos últimos meses foi compensado por vendas mais altas”.

A Gerdau diz que o preço que pagou pela sucata no segundo trimestre de 2021 aumentou 75 por cento em comparação com o mesmo período do ano passado. No entanto, isso foi menos drástico do que o aumento de 197% nos custos do minério de ferro que experimentou ano após ano.

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Pedido de cotação